Não guardo nada dentro de mim, vez ou outra saem aspas, saem lágrimas, sorrisos, berros e as vezes palavras desconexas que se conectam e dizem quem eu sou.

«

Desvio o rosto um segundo e já não aguento de saudade. Tati Bernardi (via segredou)
E eu quero muito. Muito. Porque você tem a voz mansinha e só fala coisa inteligente. E você é cínico sem ser maldoso. Mas não, não. Estou morrendo de vontade de ser eu, mas ser eu só tem me feito perder e perder. E eu quero ganhar. Só dessa vez. Chega. E eu quero me dar de bandeja pra você. Chega de fazer tudo errado. E eu te espio da janela, indo embora. E quero berrar o quanto gosto de você. E te pedir em namoro. E rasgar sua roupa. E dormir enroscada no seu cabelo. Tati Bernardi. (via procenio)
Significa que o amor não deve temer que lhe arrebatem isso. O amor deve encontrar à pessoa que lhe encha o coração, que faça ser uma pessoa melhor do que nunca sonhou ser. O visconde que me amava (via nao-souperfeita)
Um soluço rouco escapou de sua garganta, e ela pressionou a boca com a mão, como se isso pudesse conter a maré de emoções que a revirava por dentro. O duque e eu. (via quotes-de-series)
Daphne acabou descobrindo que a dor de um coração partido nunca vai embora, apenas fica anestesiada. O sofrimento agudo e penetrante que se sente a cada respiração acaba dando lugar a uma sensação embotada e menos intensa, do tipo que quase - mas nunca completamente - se consegue ignorar O Duque e Eu (via the-rainy-sky)
Fiquei. Você sabe que eu fiquei. E que ficaria até o fim, até o fundo. Caio Fernando Abreu (via caio-tati-clarice)
E fico triste novamente. Eu achei que quando passasse o tempo, eu achei que quando eu finalmente te visse tão livre, tão forte e tão indiferente, eu achei que quando eu sentisse o fim, eu achei que passaria. Não passa nunca, mas quase passa todos os dias. Chorar deixou de ser uma necessidade e virou apenas uma iminência. Sofrer deixou de ser algo maior do que eu e passou a ser um pontinho ali, no mesmo lugar, incomodando a cada segundo, me lembrando o tempo todo que aquele pontinho é um resto, um quase não pontinho. Você, que já foi tudo e mais um pouco, é agora um quase. Um quase que não me deixa ser inteira em nada, plena em nada, tranqüila em nada, feliz em nada. Tati Bernardi (via caio-tati-clarice)

Theme: 'Aphrodite' by Helenista